JOGOS OLÍMPICOS

O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim

No horizonte apresenta-se uma gigantesca barra de ouro estendida sobre uma superfície de 168.000 metros quadrados. Na realidade, o Wukesong Culture and Sport Center de Pequim é um complexo esportivo de ponta que, pela primeira vez na história dos Jogos Olímpicos, recebeu todo o torneio de basquete dos Jogos Olímpicos de 2008, em um único edifício desde o início das competições até as finais.

O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
O Wukesong Culture and Sport Center de Pequim
jQuery Slide

O projeto inicial e as variações

O projeto inicial apresentado em 2003 para a "Municipal Planning Commission" de Pequim previa uma estrutura completamente coberta com painéis de LCD. “Um estádio que parecesse a uma TV gigante" declaram os engenheiros da Burckhardt+Partner de Zurique. São eles os autores do projeto e esta foi a ideia que levou a Comissão a atribui-lhes o primeiro lugar na classificação. "Olimpíadas para o povo" era este um dos lemas de Pequim 2008, e o que poderia ser mais próximo das pessoas que um estádio que oferecesse aos olhos de todos o espetáculo que estava acontecendo lá dentro?

Mas porém, na fase de construção, o cálculo dos custos necessários para tornar real um desenho de tal magnitude levou a melhor sobre a ideia inicial. O Architecture Research Institute de Pequim procedeu à revisão do estádio cobrindo a superfície da estrutura com vidro especial de baixa radiação. Para reforçar a ideia de Olimpíadas Verdes, o exterior do edifício foi revestido com colunas de liga de alumínio capazes de refletir

80% das radiações térmicas infravermelhas. O estádio também foi equipado com um sistema de recirculação de água da chuva e painéis solares para melhorar a iluminação de LED durante a noite. Além disso, graças à instalação de ventiladores na parte superior do revestimento, nas cornijas e sobre o teto, o estádio pode contar com ventilação natural sem desperdício de energia.

Uma obra que deixa a sua marca

“Na área dedicada aos Jogos Olímpicos há 10 complexos esportivos" contam os engenheiros da Burckhardt+Partner de Zurique. “Um dos mais espetaculares é o estádio de basquetebol com seus 18.000 lugares no interior de um cubo de 70 metros de altura e uma superfície de 130x130 metros. O teto que cobre o estádio está suspenso por 12 estruturas de aço que se assemelham às tabelas de cestos de basquetebol”.

Na verdade, aqueles que saem da estação de metrô de Wukesong, e encontra-se em frente a esta construção, não podem deixar de se surpreender. Sete andares no total: três no subsolo e quatro na superfície. Os assentos para o público são estofados desde o primeiro ao último para assegurar o máximo de conforto durante longas horas sentados. Para aqueles que não se importam em gastar, no segundo andar há ainda 45 compartimentos de luxo, 29 grandes e 16 pequenos para assistir ao show de uma localização privilegiada. De todos os pontos das arquibancadas você ainda pode apreciar o espetáculo oferecido pelas telas enormes que pendem do alto. Este é o primeiro sistema de painéis de LED de alta definição montados em funil, capazes de atender às necessidades de competições internacionais de alto nível, como às exigidas pela NBA (National Basketball Association).

O centro da atenção

Se desde o ponto de vista arquitetônico é fácil ficar encantado com a complexidade e, ao mesmo tempo, com a simplicidade desta estrutura, como fãs de esportes não podemos deixar de considerar que para nós o verdadeiro foco de atenção é a "quadra", a arena na qual os heróis do basquetebol descem e desafiam-se uns aos outros sob os olhos do público. E falando da quadra de jogo, sem sombra de dúvida, a qualidade e a habilidade com que foi realizada a do Culture and Sport Center está em consonância perfeita com tudo o demais. Foi projetada para atender critérios estritos impostos pela NBA, beneficiando-se da assessoria da FIBA Study Center. No fundo, a solicitação era basicamente simples: a quadra tinha de cumprir na íntegra os requisitos dos melhores atletas do mundo. O piso que melhor cumpria com estas exigências era o Fast Break System 2 da Mondo, oficialmente aprovado pela FIBA e assim comentado por seu Secretário Geral, Patrick Baumann: “É uma superfície de muito alto nível que contribuiu significativamente para o sucesso excepcional do torneio de basquetebol durante os Jogos Olímpicos de Pequim”.

EN RESUMO

Superfície: 168.000 m²
Capacidade: 18.000 espectadores
Altura: 70 m
Início dos trabalhos: Março de 2005
Conclusão dos trabalhos: Agosto de 2007

MONDO OLIMPÍADAS

s
London 2012
s
Sydney 2000
s
Atlanta 1996
s
Barcelona 1992
s
Seoul 1988
s
Los Angeles 1984
s
Moscow 1980
s
Montreal 1976